Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Newsletter

Nome:
Email:

Comarca de Barueri recebe duas varas da Família e das Sucessões

Instalação aconteceu na tarde desta segunda-feira (5).   O Tribunal de Justiça de São Paulo instalou, na tarde desta segunda-feira (5), a 1ª e a 2ª Varas da Família e das Sucessões da Comarca de Barueri. O evento, seguindo as regras de distanciamento social, foi transmitido pelo canal do YouTube do TJSP. “Para mim, é motivo de orgulho presidir esta sessão, seja pela importância do passo dado, seja pela importância da comarca no cenário do Poder Judiciário de nosso Estado”, afirmou o presidente da Corte paulista, desembargador Geraldo Francisco Pinheiro Franco. “A necessidade da especialização de varas é patente, notadamente em algumas matérias, como a da Família e das Sucessões, em que os atores comungam com a intimidade do cidadão que acorre ao Judiciário. É preciso talento, conhecimento, mas mais do que tudo, sensibilidade e humanidade, lembrando que a solução deve ter em mente as partes e a família”, disse o presidente, ressaltando que o juiz de Família deve ser “conciliador, paciente e compreensivo, ouvindo os anseios e procurando respostas e soluções no Direito, mas principalmente no coração e na alma”. Pinheiro Franco elogiou o trabalho dos juízes da região, destacando que merecem reconhecimento e aplauso da Corte pelo trabalho profícuo. “São homens e mulheres sérios, dedicados, probos, leais, competentes, imparciais, independentes, sensíveis, serenos e cordiais, preocupados com a sociedade e o cidadão, a quem devemos absoluto respeito. A população de Barueri tem razões de sobra para se orgulhar de sua Magistratura”, concluiu. As varas da Família e das Sucessões são responsáveis por processar e julgar litígios relacionados a temas como inventários, testamentos, separação judicial, pórcio, anulação de casamento, investigação de paternidade, ação de alimentos, entre outros. Não haverá redistribuição de feitos, de forma que elas nascem com excelente perspectiva de prestarem excelente trabalho. Em nome dos magistrados do fórum, o juiz Fábio Luís Bossler, titular da 2ª Vara da Família e das Sucessões na Comarca de Barueri, destacou que se trata de uma data histórica, um dia jubiloso para a cidade. “Nossa comarca passa a contar com duas varas especializadas para priorizar os casos que tratam de assuntos familiares, desafogando as seis varas cíveis locais”, afirmou, lembrando que Barueri possui mais de 270 mil habitantes e 132 mil ações em andamento. “Não nos furtaremos em trabalhar de forma célere e eficiente junto com todos os atores processuais para pronta prestação jurisdicional nesta importante comarca, a fim de que seus munícipes encontrem no Judiciário, que sempre estará de portas abertas, caminhos para garantir a satisfação de seus direitos, com dignidade e respeito, sempre observando os predicados mais caros da Justiça e com o escopo, através da atividade jurisdicional, de pacificação social”, completou. O titular da 1ª Vara da Família e das Sucessões na Comarca de Barueri é o juiz Jose Fernando Azevedo Minhoto. O promotor de Justiça e secretário-executivo da Procuradoria-Geral de Justiça do Estado de São Paulo, Fernando Pereira da Silva, representando o procurador-geral, Mário Luiz Sarrubbo, disse ser uma honra participar da cerimônia. “Sabemos do desenvolvimento da comarca ao longo dos anos e a especialização, que agora vem sendo feita através das duas varas de Família, contará com remanejamento de servidores, ou seja, sem que as novas varas representem efetivo aumento de custo neste momento tão difícil, mas por meio de readequações dos serviços e dos servidores já atuantes em Barueri”, explicou, acrescentando que o Ministério Público está sempre à disposição da Justiça e do TJSP para fazer frente aos trabalhos realizados. “Sou do tempo da inauguração do prédio do Poder Judiciário, em 1964. Era um momento de muita alegria, porque estávamos ganhando a condição de comarca”, contou o prefeito de Barueri, Rubens Furlan. “Através de toda essa estrutura da Justiça local, que vai ganhando melhorias com o passar dos anos, é que se pode prestar o melhor serviço à população, desejo de todos os profissionais atuantes na área: juízes, promotores de Justiça, defensores públicos e advogados. Temos a nítida sensação de que estamos juntos, com o mesmo propósito de prestar o bom serviço público”, afirmou. A presidente da 117ª Subseção da OAB SP – Barueri, Ana Luiza Correa de Castro, falou do momento de enorme alegria e que se tornou possível apor meio de esforços conjuntos. “Estamos seguros que juízes, promotores de justiça, defensores públicos e advogados, dentro dessa nova realidade com a instalação das varas, melhor atenderão aos jurisdicionados, dando-lhe guarida em momentos difíceis. Ganha Barueri, a Justiça, mas, acima de tudo, ganha o cidadão, aquele sobre o qual nossa atividade deve recair”, assegurou. À solenidade estiveram presentes o vice-presidente do TJSP, desembargador Luis Soares de Mello; o corregedor-geral da Justiça, desembargador Ricardo Mair Anafe; o presidente da Seção de Direito Criminal, desembargador Guilherme Gonçalves Strenger; os coordenadores da 4ª Circunscrição Judiciária – Osasco, desembargadores Eduardo Cortez de Freitas Gouvêa e James Alberto Siano (adjunto); os desembargadores Ligia Cristina de Araújo Bisogni, Artur César Beretta da Silveira, Fernando Antonio Torres Garcia, Alex Tadeu Monteiro Zilenovski e Gilda Cerqueira Alves Barbosa Amaral Diodatti; o deputado estadual Cezar, representando o presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, Carlão Pignatari; a deputada federal Bruna Furlan; o defensor público e coordenador em exercício da Regional Osasco da Defensoria Pública, Pedro Ribeiro Augusto Feilke, representando o defensor público-geral de São Paulo, Florisvaldo Fiorentino Júnior; o secretário-geral da OAB SP, advogado Aislan de Queiroga Trigo, representando o presidente da OAB SP, Caio Augusto Silva dos Santos; o coordenador da Associação Paulista de Magistrados (Apamagis) da Circunscrição de Osasco, juiz Fabio Calheiros do Nascimento, representando a presidente da Apamagis, juíza Vanessa Ribeiro Mateus; a diretora do fórum de Barueri, juíza Anelise Soares; os juízes assessores da Presidência Fernando Antonio Tasso, João Baptista Galhardo Júnior e Rodrigo Nogueira; a juíza diretora da 1ª Região Administrativa Judiciária – Grande São Paulo, Laura de Mattos Almeida; os juízes da Comarca de Barueri Bruno Paes Straforini (1ª Vara Cível), Daniela Nudeliman Guiguet Leal (2ª Cível), Raul de Aguiar Ribeiro Filho (3ª Cível), Renata Bittencourt Couto da Costa (4ª Cível), Maria Elizabeth de Oliveira Bortoloto (6ª Cível), Cyntia Menezes de Paula Straforini (1ª Vara Criminal), Fabio Calheiros do Nascimento (2ª Criminal), Jose Fernando Azevedo Minhoto (1ª Vara da Família e das Sucessões), Graciella Lorenzo Salzman (Vara da Fazenda Pública), Telma Berkelmans dos Santos (Vara do Juizado Especial Cível e Criminal) e Lucas Borges Dias, Luciano Antonio de Andrade  e Udo Wolff Dick Appolo do Amaral (auxiliares); os promotores de Justiça que atuarão nas varas hoje instaladas Luís Roberto Jordão Wakim e Renato Ferreira dos Santos; o delegado José Flaminio Ramos Martins, representando o delegado-geral de Polícia do Estado de São Paulo, Ruy Ferraz Fontes; o comandante do 20º BPM/I, tenente coronel PM Alípio de Lima Rios; o comandante da 4ª Cia do 5º Batalhão de Polícia Rodoviária, capitão PM Glauco Cesar Costa de Oliveira; a delegada de Polícia substituta, Fabiana Faria de Paula Abdallah, representando o delegado de Barueri; o subcomandante da Guarda Civil de Barueri, Valdir Cardoso da Silva, representando o comandante, Marcus Aparecido Guedes Ramos; o prefeito de Santana de Parnaíba, Antônio Marcos Batista Pereira; o vice-prefeito de Barueri, José Roberto Piteri; e o padre da Paróquia de Barueri, Fábio Rosário dos Santos.   Sobre a comarca: Barueri faz parte da 1ª Região Administrativa Judiciária – Grande São Paulo e integra a 4ª Circunscrição Judiciária – Osasco. Ao todo, 15 juízes trabalham na comarca para as 131.859 ações em andamento, sendo que, destas, 38.794 tramitam nas seis varas cíveis; 14.574 nas duas criminais; 73.407 na Vara Única da Fazenda Pública; e 5.082 na Vara do Juizado Especial Cível e Criminal (dados de fevereiro/21). Apenas no mês de fevereiro foram recebidos 2.131 novos processos.     imprensatj@tjsp.jus.br   Siga o TJSP nas redes sociais:  www.facebook.com/tjspoficial www.twitter.com/tjspoficial www.youtube.com/tjspoficial www.flickr.com/tjsp_oficial www.instagram.com/tjspoficial
05/04/2021 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia